Sobre Saturno e o meu fim de semana

Um telescópio Meade, uma velha câmera, um iPad (munido de bússola) e uma série de aplicativos indicando as constelações, planetas e nebulosas visíveis no sábado à noite: assim foi o fim de semana na casa do meu primo, Gabriel.

Nossa real intenção era assistir à chuva de meteoros, mas o que aproveitamos mesmo foi o lindo céu que fazia em São Bernardo do Campo e a posição favorável dos planetas mais brilhantes naquele dia. E a estrela do dia – ou melhor, o planeta da noite – não poderia ser ninguém menos que ele, the lord of the rings, Saturno! Imaginá-lo já é fascinante: Saturno é o meu planeta preferido (ok, depois da Terra), e o mais belo e misterioso do Sistema Solar.

Vê-lo através do telescópio foi sensacional e único. Você olha por uma lente minúscula – porém potente – e lá está ele, exibindo seus anéis, a mais de um bilhão de quilômetros do nosso planeta.

Tentamos tirar algumas fotos, mas foi difícil. Sabemos que no Google há milhares de fotos maravilhosas de Saturno, e sabemos que a nossa está sem foco, com péssima qualidade. Mas sabemos também que é real, e foi a gente que tirou! Hehehe

O maior telescópio do mundo

O maior telescópio do mundo vem aí! Ou melhor, ficará pronto somente daqui a oito anos. Estou falando do Telescópio Gigante Magalhães (GMT, na sigla em inglês).

Ele está sendo construído na Universidade do Arizona, nos EUA, e será instalado no topo da montanha Las Campanas, no norte do Chile.

O telescópio Magalhães é maior que qualquer outro já existente. Graças a ele, os cientistas poderão obter imagens mais nítidas dos planetas que orbitam ao redor de estrelas, das galáxias, dos buracos negros e da natureza da matéria escura que permeia o Universo.

E eu espero que daqui a oito anos eu tenha dinheiro suficiente para poder conhecê-lo! Hahaha